ARTIGOS RECENTES

DOMINGO III DA QUARESMA | ANO B

03  de março de 2024

TEMA

A liturgia do 3º Domingo da Quaresma dá-nos conta da eterna preocupação de Deus em conduzir os homens ao encontro da vida nova. Nesse sentido, a Palavra de Deus que nos é proposta apresenta sugestões diversas de conversão e de renovação.
Na primeira leitura, Deus oferece-nos um conjunto de indicações ("mandamentos") que devem balizar a nossa caminhada pela vida. São indicações que dizem respeito às duas dimensões fundamentais da nossa existência: a nossa relação com Deus e a nossa relação com os irmãos.
Na segunda leitura, o apóstolo Paulo sugere-nos uma conversão à lógica de Deus... É preciso que descubramos que a salvação, a vida plena, a felicidade sem fim não está numa lógica de poder, de autoridade, de riqueza, de importância, mas está na lógica da cruz - isto é, no amor total, no dom da vida até às últimas consequências, no serviço simples e humilde aos irmãos.
No Evangelho, Jesus apresenta-Se como o "Novo Templo" onde Deus Se revela aos homens e lhes oferece o seu amor. Convida-nos a olhar para Jesus e a descobrir nas suas indicações, no seu anúncio, no seu "Evangelho" essa proposta de vida nova que Deus nos quer apresentar.

(in https://www.dehonianos.org/)

Subordinado ao tema "O catequista, discípulo missionário. Subida para a Páscoa", o evento decorrerá no Centro Pastoral Paulo VI, em Darque, Viana do Castelo. "

Ao encontro da caminhada da Quaresma, como comunidade de discípulos missionários em subida para a Páscoa, somos convidados a (re)descobrir: a oração, o encontro, a formação, a reflexão e o discernimento", apelou a organização.

As inscrições estão abertas em https://docs.google.com/.../1FAIpQLSf0bMpnjMh.../viewform…

Caminhada da Quaresma 2024

Mensagem da Quaresma de D. João Lavrador, Bispo de Viana do Castelo.

Viana do Castelo: A reconstrução pastoral de uma diocese.  

Fonte: Agência Ecclesia  

A Nossa História

A Paróquia de Nossa Senhora de Monserrate foi instituída em 23 de Janeiro de 1621.

Porém, a história da criação da Paróquia tinha começado 80 anos antes e envolveu quatro Arcebispos de Braga.

A primeira intenção de criar a Paróquia foi demonstrada em 1541, quando o Arcebispo de Braga, D. Frei Diogo da Silva, em visitação, tendo constatado o grande aumento demográfico da Vila de Viana, decidiu, após ouvir o Cabido e a Câmara, criar uma nova paróquia, e edificar outra igreja com a invocação do Bem-Aventurado Apóstolo, S. Paulo, na parte ocidental da Vila. O Arcebispo faleceu alguns meses depois e o processo não se concretizou.